Blog de crítica e opiniões sobre as políticas que afetam negativamente a humanidade. O Homem na atualidade necessita urgentemente de arrepiar caminho, em busca de um novo Mundo!

28
Fev 09

O conceito de segurança pública é bastante abrangente e não se limita a políticas do combate à criminalidade e nem se restringe a actividade policial.

A segurança pública tem a ver com todas as acções de repressão à violência e ao crime, tendentes a oferecer os imputs necessários para que os cidadãos possam conviver em sociedade, trabalhar e se divertir, ou seja usufruir da tranquilidade pública.

A insegurança é um fenómeno até há pouco desconhecido entre nós, mas na minha opinião chegou em força e para ficar. Se não houver, entretanto, medidas adequadas à repressão de todas as acções que geram insegurança, chegaremos rapidamente a um ponto sem retorno e, teremos de viver em insegurança constante.

A segurança das pessoas e dos bens são valores fundamentais da sociedade.
Estamos a beira de um estado de insegurança pública, pois todos os dias vemos crimes contra a vida, contra a honra e contra a integridade física dos cidadãos. Os criminosos são apanhados, libertados e voltam a praticar crimes.

Isto pode ficar a dever-se a existência de leis demasiado permissivas e penas insuficientes, a falta de meios humanos e materiais às Polícias, ao sistema judicial, e mais razões poderia aqui enumerar.

Mas chave para este flagelo terá de passar pela educação, pois é um dos factores de mudança, de desenvolvimento, de civilidade, de cidadania.

Nos quando condicionados pela educação somos seres mutáveis, capazes de sermos influenciados e de influenciar.

Por isso acredito que só esta via nos poderá conduzir, a uma vivência em segurança e tranquilidade pública.


Francisco Fonseca

 

publicado por franciscofonseca às 16:58
sinto-me:

27
Fev 09

 

 

 

 

 

 

Este olhar de esperança e ao mesmo tempo pertubador, bem poderia servir de reflexão para muitos dos lideres Mundiais.

 

 

 

Hoje escolhi um assunto que acompanho com atenção, pois vivi de perto esta realidade do povo Iraquiano.

Começou há quase seis anos, a 20 de Março de 2003 a cavalgada americana para derrubar Saddam.

Obama vai retirar as forças de combate do Iraque até Agosto de 2010, pois foi uma das suas principais promessas de campanha eleitoral.

Actualmente estão no Iraque mais de 130 mil militares. Depois da retirada fica no Iraque uma força de apoio.

Estas forças serão responsáveis pelo treino das forças de segurança iraquianas, que irão conduzir operações de contraterrorismo.

Staffan de Mistura, Representante Especial da ONU no Iraque classificou de "um acontecimento notável" as eleições provinciais no Iraque, que decorreram pacificamente.

Começo a ver sinais promissores para evitar o Caos no Iraque. Mas um longo caminho será necessário percorrer para unificar todas as facções iraquianas.

O risco de uma guerra civil entre Sunitas, Xiitas e Curdos, poderá deflagrar caso se cometam erros na retirada que é necessário evitar.

Este cenário a vir a acontecer, será um factor de destabilização em toda a zona, pois não nos podemos esquecer das ambições expansionistas do Irão.

 

Francisco Fonseca

 

publicado por franciscofonseca às 16:15

22
Fev 09

 

Aqui está um belo exemplar, criado na natureza bem no coração africano.

 

Temos necessariamente de aprender mais com a natureza, e menos com a civilização.

A natureza tende sempre para o equilíbrio, esse equilíbrio é posto sempre em causa pela actividade irresponsável do homem.

Entre aqueles que vivem nos limites da vida, sem qualquer dignidade humana, muitos foram os que já se aperceberam que os limites da sua actividade obedecem, as leis da natureza.

O mundo tem necessidade que um crescente número de pessoas seja mais solidário interdependente, responsável, ou seja que simplesmente ofereçam o melhor de si mesmo.

Esta nova ideia valoriza essencialmente o dar responsável, com sentido, relegando para um segundo plano a solidariedade meramente material.

Precisamos de nos manter no caminho da evolução, mas ao mesmo tempo mais prestativos, sem medos, sem preconceitos, sem ressentimentos, pelo que daremos, quer seja da nossa inspiração, do nosso tempo, o nosso talento.

Francisco Fonseca

 

publicado por franciscofonseca às 20:53

20
Fev 09

Até estas crianças, que cedo trilham o duro e difícil caminho predestinado, parecem apontar em outra direcção.

 O homem tem de adoptar uma nova lógica de se ser humano.

Já não é suficiente conhecer a responsabilidade como caminho para um mundo mais justo.

O facto de conhecer o caminho não é a mesma coisa que trilhá-lo até ao seu termo.

No que diz respeito a dimensão dos valores humanos não existe a verdade dos outros.

Temos todos nos de ser o exemplo que queremos ver nos outros, como diria Ghandi.

Apesar de se tratar de uma opinião meramente pessoal, acredito que todos teremos a agradecer o facto de poder dar o melhor de nós próprios em tudo que fazemos no quotidiano.

Mas o problema está em quantos de nós estamos dispostos a isso?

Uma nova consciência para o mundo é urgente e necessária.

Todo o ser humano pretende vencer, esta na sua génese. Para os mais desfavorecidos, para os esquecidos, para todos aqueles que o destino traçou o caminho da sobrevivência, quanto a mim, a vitória é sobre si mesmo.

Está na hora de todos nós dentro, na área das nossas competências e vivência, arrepiarmos caminho urgentemente!

Francisco Fonseca

 

publicado por franciscofonseca às 20:44

18
Fev 09

 

O dinheiro é uma não realidade. Ninguém é vítima do mundo, mas sim da forma como o percebe. Um sem abrigo, nada sabe sobre acumulação de capitais, de mais-valias, percepcionando o dinheiro sempre de forma criativa, mas nunca submissa, fazendo ele mesmo de analista, de executivo da sua própria actividade. Não aceita sugestões de especialistas.

Nós vivemos do que recebemos, mas construímos a vida com o que dá-mos. A responsabilidade de se ser humano terá de passar por cumprir compromissos estratégicos baseados em valores essenciais à solidariedade, à responsabilidade inclusiva, à compaixão, à espiritualidade, ao estar grato, à paz interior. Esta será a oportunidade que faltava para o surgimento de um novo modelo económico.

No futuro a economia será interdependente, esta visão para as relações empresariais antecipa o conceito de economia relacional, surgindo a economia interdependente. Nas estratégias solidárias é isso mesmo que acontece: aqui também se dá e recebe o maior dos bens, o afecto inclusivo, a confiança mútua, a segurança capaz de granjear a paz interior.

O centro vital do Homem estará na auto-realização, ao contrário da ideia avançada pela sociedade do conhecimento, onde se mostrava central conhecer, a proposta agora será a de auto-realizarão.

Parece-me que este será o caminho a perspectivar num futuro muito próximo, pois o homem não poderá esperar constantemente por vacinas de efeitos imprevisíveis.

A ver vamos!

publicado por franciscofonseca às 17:04
sinto-me:

17
Fev 09

 

A crise actual está a assumir contornos que não são habituais nas crises passadas. 

O comportamento do sistema económico parece caótico, sem controlo, apesar de todas as medidas introduzidas diariamente para tentar suavizar a crise.

O grau de oscilação é muito elevado, já não existe qualquer tipo de confiança nos mercados, isto afecta os preços das matérias-primas e reflecte-se também bolsas e esse tipo de instabilidade vai contagiar a própria evolução da economia mundial.

A dinâmica económica nos próximos anos, na minha modesta opinião, vai ser de pára e arranca, o chamado conceito de elevador, ou como numa fila de automóveis numa auto-estrada congestionada por diversos acidentes.

As principais superpotências  poderão ficar prisioneiras deste sistema caótico, de grandes flutuações, por um período temporal significativo.

Isto significa que vamos ter um sistema global, com um grau elevado de ingovernabilidade muito acentuado, devido a globalização económica.

Será que temos de recuar caminho e redefinir padrões comportamentais principalmente no que concerne as superpotências económicas deste mundo!

Francisco Fonseca

 

publicado por franciscofonseca às 12:58

11
Fev 09

Estes passam e tem um destino certo, nos somos carregados também, mas continuamos sempre em cima da ponte.

Vamos acreditar que nada acontece em Portugal, que os ultimos casos nada tem de irregular.

Vamos acreditar que tudo isto é culpa dos média.

Vamos acreditar que o Magalhães é a salvação deste país.

Vamos acreditar que os directores de alguns jornais não sofrem pressões e ameaças  se publicarem determinadas noticias.

Vamos acreditar no rigor e transparência, principalmente nos ajustes directos.

Vamos acreditar que nada aconteceu e tudo está bem no ensino.

Vamos acreditar que a justiça funciona.

Vamos acreditar que temos boa seguranca.

Vamos acreditar que não vamos todos mudar de verdinhos para azulinhos.

Vamos acreditar que vai mudar o rumo e a sina dos lusitanos.

Vamos acreditar no sistema democrático e nas próximas eleições vamos todos votar, alegres e contentes em romaria.

Vamos votar, Chaves, Mugabe, Castro, Eduardo, Kabila, ou o que quer que seja, mas fundamentalmente vamos votar.

Vamos acreditar que votar é o único caminho, de preferência por unanimidade.

Os factos nada interessa, interessa é mesmo continuar a votar!

Francisco Fonseca

publicado por franciscofonseca às 16:54

08
Fev 09

Belo exemplar, calmo e tranquilo, mesmo com a nossa presença. Mas por estas paragens muitas vezes existe muita agitação, em alguns casos chega a ser fatal para muitos que por aqui se aventuram.

 

 

Parece quase um guia turístico, dando as boas vindas. Estes trabalham em regime de voluntariado e, ainda nos brindam com voos acrobáticos, fazendo as nossas delicias.

 

Nestas terras áridas, difíceis para se sobreviver, existem vistas fabulosas. Nem tudo é mau por estas bandas. Tudo depende do prisma que se olham as coisas.

 

Francisco Fonseca

publicado por franciscofonseca às 11:57

07
Fev 09

 

Aterrar numa pista de terra, onde crianças jogam a bola, animais atravessam constantemente, é sem dúvida uma experiência fantástica, até mesmo para o Comandante da aeronave!

 

Hoje teria todo o prazer de estar presente neste jantar, mas como a maior parte sabe estou noutras paragens.

 

Neste tipo de eventos, sempre se recordam episódios passados, mesmo hoje já me vieram a memória alguns.

 

Foram quatro anos de trabalho, esforço, mas também de festas, bons momentos, que sempre recordarei pela vida fora.

 

Desejo o maior sucesso a todos, que tenham sempre voos altos e que mesmo naqueles incertos, que possam aterrar em segurança, mas sempre com horizontes largos, pois na vida temos muitas vezes de correr riscos, até mesmo elevados.

 

Bom jantar, divertimento e confraternização, são os votos do vosso colega , desde o Chade.

 

Francisco Fonseca

publicado por franciscofonseca às 14:12

04
Fev 09

 A Pratica da pesca em charcos de lodo. Até para os peixes aqui a sobrevivência é difícil!

 

 

Estes futuros guerreiros, desde cedo conhecem a dureza dos caminhos da vida.

 

Por esse Mundo fora, discute-se a crise económica, como salvar as grandes multinacionais, como reanimar os mercados, como travar as falências em cata dupla e, o que fazer com as centenas de desempregados que todos os dias engrossam a lista.

 

Aqui a realidade é bem diferente, a preocupação diária é saber o que vão comer na refeição seguinte e onde encontrar a substância, sempre muito escassa.

 

Parece que vivemos em galáxias diferentes, mundos diferentes, mas a realidade é diferente. Na minha opinião, se as grandes lideranças mundiais não mudarem de caminho, provavelmente o mundo não tardará a entrar em convulsão.

 

Mas ainda existe margem de manobra, para percorrer roteiros diferentes.

 

Francisco Fonseca

 

 

 

 

 

publicado por franciscofonseca às 16:33

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
19
21

23
24
25
26


subscrever feeds
TIME
Google Analytics

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
TRANSLATE THIS BLOG
Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain Spain
VISITANTES
PARCEIROS
À toa na Net Tedioso: Os melhores links MDig - O maior repositório de risos da rede GeraLinks - Agregador de links LinkLog Colmeia: O melhor dos blogs Piadas Idiotas - São idiotas mas o faz rir My Ping in TotalPing.com Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa
blogs SAPO